Livros de Jorge Luis Borges 🔝

Está a procura de dicas para comprar seu livro de Jorge Luis Borges?

InLivros tem preparado para você uma escolha mais recente dos livros mais lidos.

Os 5 melhores livros de Jorge Luis Borges: 🥇 nossas indicações

Bestseller No. 1
O livro de areia
36 Classificações

O livro de areia

  • Borges, Jorge Luis (Author)
Bestseller No. 2
Cuentos Completos / Complete Short Stories: Jorge Luis Borges
357 Classificações

Cuentos Completos / Complete Short Stories: Jorge Luis Borges

  • Borges, Jorge Luis (Author)
  • 560 Pages - 10/01/2019 (Publication Date) - Vintage Espanol (Publisher)
Bestseller No. 3
O Aleph
273 Classificações

O Aleph

  • Borges, Jorge Luis (Author)
  • 160 Pages - 04/28/2008 (Publication Date) - Companhia das Letras (Publisher)
Bestseller No. 4
Atlas
29 Classificações

Atlas

  • Borges, Jorge Luis (Author)
  • 144 Pages - 09/30/2010 (Publication Date) - Companhia das Letras (Publisher)
Bestseller No. 5
O livro dos seres imaginários
18 Classificações

O livro dos seres imaginários

  • Borges, Jorge Luis (Author)
  • 224 Pages - 11/21/2007 (Publication Date) - Companhia das Letras (Publisher)

🏷️💲Livros de Jorge Luis Borges em oferta

Neste momento não há ofertas disponíveis

Melhor livro de Jorge Luis Borges: best-seller absoluto

Selecionar o melhor livro de Jorge Luis Borges pode ser mais complexo do que voce acredita. Dito isso, com base em opinião do leitores, O livro de areia ao preço de R$ 29,90 é o melhor livro de Jorge Luis Borges disponível na Amazon:

Avaliaçao: 4.7

Bestseller No. 1
O livro de areia
36 Classificações

O livro de areia

Outras informações

Jorge Francisco Isidoro Luis Borges Acevedo (Buenos Aires, 24 de agosto de 1899 — Genebra, 14 de junho de 1986) foi um escritor, poeta, tradutor, crítico literário e ensaísta argentino.[2] Fez o colegial no Colégio Calvino, na Suíça. Estudou Direito na Universidade de Buenos Aires. Mais tarde, Borges estudou na Universidade de Cambridge para tornar-se professor. Foi, ainda, diretor da Biblioteca Nacional de Buenos Aires.

Em 1914, sua família mudou-se para Suíça, onde estudou e de onde viajou para a Espanha. Quando regressou à Argentina em 1921, Borges começou a publicar seus poemas e ensaios em revistas literárias surrealistas. Também trabalhou como bibliotecário e professor universitário público. Em 1955, foi nomeado diretor da Biblioteca Nacional da República Argentina e professor de literatura na Universidade de Buenos Aires. Em 1961, destacou-se no cenário internacional quando recebeu o primeiro prêmio internacional de editores, o Premio Formentor de las Letras Internacional, compartilhado com o dramaturgo Samuel Beckett. No mesmo ano, recebeu do então presidente da Itália, Giovanni Gronchi, a condecoração da Ordem do Comendador.

Suas obras abrangem o “caos que governa o mundo e o caráter de irrealidade em toda a literatura”. Seus livros mais famosos, Ficciones (1944) e O Aleph (1949), são coletâneas de histórias curtas interligadas por temas comuns: sonhos, labirintos, bibliotecas, escritores fictícios, livros fictícios, religião e Deus. Seus trabalhos têm contribuído significativamente para o gênero da literatura fantástica.[6] Estudiosos notaram que a progressiva cegueira de Borges ajudou-o a criar novos símbolos literários através da imaginação, já que “os poetas, como os cegos, podem ver no escuro”.[8] Os poemas do seu último período dialogam com vultos culturais como Spinoza, Luís de Camões e Virgílio.

Seu trabalho foi traduzido e publicado extensamente nos Estados Unidos e Europa. Sua fama internacional foi consolidada na década de 1960, ajudado pelo “Boom Latino-americano” e o sucesso de Cem Anos de Solidão, de Gabriel García Márquez. Para homenagear Borges, em seu romance O Nome da Rosa[9]Umberto Eco criou o personagem “Jorge de Burgos”, que além da semelhança no nome, é cego — assim como Borges foi ficando ao longo da vida. Além da personagem, a biblioteca que serve como plano de fundo do livro é inspirada no conto de Borges “A Biblioteca de Babel” (uma biblioteca universal e infinita que abrange todos os livros do mundo). O escritor e ensaísta J.M. Coetzee disse que “Borges, mais do que ninguém, renovou a linguagem de ficção e, assim, abriu o caminho para uma geração notável de romancistas hispano-americanos”. Laureado com inúmeros prêmios,[11] também foi conhecido por suas posições políticas conservadoras,[13] o que pode ter sido um obstáculo à conquista do Prêmio Nobel de Literatura, ao qual ele foi candidato por quase trinta anos.

Porque obter livros online?

Atualmente antes de comprar um livro cada vez mais pessoas pesquisam no Amazon a palabra chave Jorge Luis Borges. Com certeza se precisa comprar online será preciso apenas alguns cliques.

Além disso na Internet você pode rapidamente consultar as críticas de outros leitores selecionando exclusivamente os livros que recebeu melhores notas.

Entrega em domicilio

Receba seu produto rápidamente em seu endereco comprando livros do escritor preferido descomplicadamente du celular, tablet ou computador portátil.

Utilize as vantagens da entrega em seu endereco sem a necessidade de ter que ir à livraria. Em pouco tempo o pedido é entregue diretamente em sua casa. A maioria dos livros que escolhemos têm taxas de frete gratuitas. Para os produtos Prime isso será feito em 24/48 horas.

Hashtags associados:

Esperamos que nossa seleção tenha sido útil para você. Se você gostou ajude-nos compartilhando este artigo nas redes sociais.

  • Livros de Jorge Luis Borges recomadados
  • Que livro de Jorge Luis Borges escolher?
  • Melhor livro de Jorge Luis Borges: comentários e opiniões
  • Livros de Jorge Luis Borges melhor preço
  • Jorge Luis Borges ebook download pdf
  • Livros de Jorge Luis Borges ofertas e promocoes

Você também pode estar interessado em: